sexta-feira, 14 de março de 2014

"Jiló à milanesa com parmesão" (Silvio's Bar - Belo Horizonte, MG)



Um petisco para se comer ajoelhado, rezando. O jiló à milanesa com parmesão do Silvio's Bar não merece nada menos do que isso. 

O acepipe em questão pode ser um ótimo começo para quem não gosta ou tem preconceito contra o fruto do jiloeiro. 

Do caminho da cozinha até o simpático balcão em formato de letra U, o queijo parmesão exala inebriante perfume. É o sinal para abir o apetite até dos mais descrentes. 







Responsável pela crocância, o parmesão ralado consegue ser saboroso sem agredir. 



O interior da crosta nos presenteia com a maciez e com a leveza do jiló. A estrela da companhia complementa de forma maravilhosa o que já era bom. 



É uma espécie de nugget vegetariano, frito, com espetaculares camadas crocantes e macias, que vão se alternando a cada mastigada. 



O sal é utilizado com parcimônia, já que o parmesão é um queijo de muita personalidade. Molho de pimenta vai bem. Apesar de que não se deve mexer em time que está ganhando, como diz o velho ditado. 



O espetacular tira-gosto sai por R$19,60. A meia-porção vale R$14,50. 



Para acompanhar, boas pedidas são as cervejas de 600 ml, que poderiam vir mais geladas. 

Skol, Brahma e Antarctica custam R$6, a unidade. Bohemia, Original, Serra Malte e Heineken saem por R$7,50, cada. 

Vale a pena experimentar também a ótima batata 3 em 1 (R$25,50 a porção e R$18,80 a meia-porção). 



O Silvio's é um daqueles botecos de bairro, sem badalação, mas que, ao longo de quatro décadas, conquistou verdadeiros botequeiros. 

E o melhor, o estabelecimento não tem aparelho de televisão. 



Possui serviço de entrega em domicílio e funciona de segunda sexta, de 17 horas à meia-noite, sendo que a cozinha fecha às 23h:30. Aos sábados, cozinha e bar atendem de meio-dia às 23 horas. 

Cartões de débito e de crédito Visa, Diners e Mastercard são aceitos. 

Portanto, não há desculpa. Vá ao Silvio's e experimente um dos petiscos mais sensacionais da capital mineira.

E tenho dito!



SILVIO'S BAR
Rua Begônia, 199 - Esplanada
Belo Horizonte, MG
Tele-entrega: (31) 3482-3001
http://www.silviosbar.com.br/

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

"Quibe frito de carne com cebola" (Empório árabe e delikatessen Coisas D'Hana - Belo Horizonte, MG)



Quibe é uma daquelas comidas que a gente encontra em quase toda esquina. Mas não é das tarefas mais fáceis achar bons exemplares deste clássico. 

No Mercado Central é possível. Mais precisamente no empório palestino Coisas D'Hana. 



Encontra-se de tudo ali. De doces tradicionais do universo árabe a pastas preparadas com berinjela e grão-de-bico. De esfirras a azeites. 





Mas o campeão de vendas é mesmo o quibe frito de carne com cebola - assim anunciado -, a R$4 cada. 



É um salgado de personalidade, que não passa batido, com bom equilíbrio entre os sabores do trigo e da carne bem temperada. É perceptível o toque da pimenta síria. 





A generosa porção de cebola picada acrescenta ao paladar e é responsável por umedecer o recheio. O que aumenta o prazer a cada mordida. 

Por ali, nada de quibe com recheio seco.



Boa pedida para acompanhar é a Coca-Cola em lata, que custa R$4.

Há mais de 30 anos funcionando no Mercado Central, a Coisas D"Hana aceita cartões de crédito e de débito e funciona de segunda a sexta, de 8h as 18h. Nos domingos e feriados fecha às 13 horas. 





Vale a pena passar um tempo no simpático empório. Mesmo no reduzido espaço é possível se perder entre tantas cores e sabores que só o milenar mundo árabe pode nos oferecer. 






EMPÓRIO COISAS D'HANA
Avenida Augusto de Lima, 744 - Loja 45 (Mercado Central)
Belo Horizonte, MG
Tel: (31) 3213-0793

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

"Empanada criolla" (Pizza Sur - Belo Horizonte, MG)



Quando se fala em Argentina, três coisas vêm a tona: carne, Maradona e empanada. É o clichê que define os hermanos, assim como carnavel, Pelé, feijoada e caipirinha são, para muitos gringos, de forma superficial, o que representa o Brasil. 

Para comer uma empanada digna de aplausos, não é necessário atravessar a fronteira, afinal a distância entre os dois países se encurtou a partir do dia em que o argentino Gustavo Román abriu a primeira unidade da Pizza Sur, há mais de uma década, na Rua Cláudio Manoel, no bairro Funcionários. 

Hoje são três unidades que servem a estupenda versão criolla, a R$6 cada. Ela é recheada com carne bovina, cebola, azeitona e ovo. 



Prato típico argentino, a empanada é uma espécie de pastel que pode ser frito ou assado, sendo a segunda opção a mais tradicional. 



Com massa firme e sequinha e com borda crocante, tem carne picada à faca, o que realça sua potência. 



O recheio é suculento graças ao caldo que se desprende da carne, que faz do interior do pastel algo sensacional de se colocar na boca. 

Picada em pequenos pedaços, a cebola dá o toque levemente adocicado. 



Usada com parcimônia, a azeitona verde em fatias não rouba o sabor dos outros ingredientes. Melhor assim. 



O ovo cozido e picado é o laço que une carne e massa, e a cada mordida é possível sentir uma explosão de sabores. Ainda mais se forem adicionadas algumas gotas de molho de pimenta. 



A empanada criolla da Pizza Sur é do mesmo nível - quiçá melhor - das gran sanjuaninas, as mais famosas de Buenos Aires. 

Para acompanhá-la, são boa opções o chope da marca Trovense, produzido na região metropolitana de Belo Horizonte (R$6,80), e o vinho argentino Altas Cumbres, elaborado a partir da uva malbec, típica do país (R$52,50 a garrafa). 

A agradável unidade localizada na Rua da Bahia, próxima à Praça da Liberdade, ainda oferece rodízio de pizzas e empanadas às segundas-feiras, por R$31,90. 





Quer uma dica?

Dispense garfo e faca e coma a empanada com as mãos. Sinta o toque da massa em seus dedos e certamente você terá os cinco minutos mais prazerosos do seu dia. 


PIZZA SUR
Rua da Bahia, 1764 - Lourdes (Unidade Liberdade)
Belo Horizonte (MG)
Tel: (31) 3222-8077

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

"Tropeirinho" (Bar do João - Belo Horizonte, MG)



Quinta-feira em Belo Horizonte é dia de feijão tropeiro. Prova disso é que vários restaurantes oferecem PF's deste ícone da culinária mineira neste dia da semana. 

Mas seria um ato falho servi-lo apenas no horário de almoço. 

No tradicional Bar do João, na Savassi, os clientes se esbaldam com este clássico, entre um gole e outro de cerveja Antarctica (R$6), Brahma (R$6,50) e Original (R$7). 





Servido a partir das 18 horas em pratinho de plástico com colher do mesmo material, o despretensioso tropeiro custa R$6,50, e fez tanto sucesso que o proprietário João Pimenta decidiu oferecê-lo também às sextas-feiras. 





Firme, o feijão se impõe e tem a companhia de bacon em cubos, dois tipos de linguiça de porco - uma delas apimentada, que dá pungência ao prato -, torresminho crocante, ovos mexidos e fatias finas de cebola, que elevam ao cubo o sabor do tropeiro. Por cima, pedaços de ovos cozidos e cheiro-verde para enfeitar. 





Aberto em 1985, o Bar do João aceita cartões de débito e de crédito e funciona de segunda a sábado, de meio-dia até o último cliente. 

O feijão tropeiro do João faz sucesso porque é bom e também porque acompanha muito bem uma loura gelada. 

Porque aqui em Minas é assim. O feijão tropeiro vai bem no almoço, no jantar, no petisco ou até mesmo na madrugada.

O importante é encontrar uma boa versão e ser feliz. 





BAR DO JOÃO
Rua Tomé de Souza, 810 - Savassi
Belo Horizonte (MG)
Tel: (31) 3261-9556

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

"Desafio foods" (New Foods - Belo Horizonte, MG)



Pão, duas carnes de hambúrguer, queijo, bacon, ovo, alface, presunto, tomate e batata palha. 

Eis o desafio foods, o sanduíche de trailer perfeito, que custa R$15,80.



O raro leitor deve estar se perguntando: mas por que perfeito?

Perfeito porque o pão é novo e macio, a alface e o tomate são frescos. Porque a carne é suculenta e a batata palha não é daquelas vagabundas. 



E que batata! Fininha, sequinha e extremamente crocante, ela é feita com exclusividade para a lanchonete, sendo a grande culpada pela viciante primeira mordida.  



Ao ponto e rosada por dentro, como sempre deve ser, a carne de hambúrguer é feita no local e não tem formato perfeito, como aquelas compradas em supermercados. Ela é firme e tem gosto de carne, o que, por incrível que pareça, é raro. 



Coadjuvantes de respeito, a alface e o tomate são cortados em fatias bem finas.

Já o queijo, meus amigos, é o glorioso prato. É macio, saboroso e, mais do que isso, delicioso. 



Depois da metade é possível sentir o ovo o bacon em cubos, que, em grande quantidade, fica no fundo do sanduíche. 



O ótimo molho rosé da casa é capaz de melhorar cada mordida gorda dada no sanduíche. Ele vem em copinhos de plástico. O que é uma pena, já que as velhas e boas bisnagas foram deixadas de lado. 





Para acompanhar, a Coca-Cola em lata (R$3,50) e a cerveja Heineken long neck (R$5) são boas pedidas. 

O New Foods aceita dinheiro e cartão de débito, e funciona de segunda a quarta, de 11h as 3h. Às quintas e sextas fecha às 6 horas da manhã. Aos sábados abre ao meio-dia e funciona também até às 6h. Aos domingos abre às 18h e fecha às 3h.

No cardápio constam outras opções de sanduíches com frango desfiado e em formato de hambúrguer, assim como opções bovinas e com filé mignon, além de cachorro-quente, misto-quente e uma opção vegetariana. 

A lanchonete também entrega em domicílio, em toda a região Centro-Sul da capital mineira, a partir das 18 horas, com taxa de R$5.

Pois bem, o desafio foods não só enche a barriga, pelo fato de ser grande. Ele também conforta a alma e alegra o coração. 





E, vá por mim, quanto mais tarde você chegar à lanchonete, melhor será o sanduíche. É na madrugada que a chapa está "suja", viciada, com todos aqueles sabores dos hambúrgueres que passaram por ali antes do seu. 





NEW FOODS SANDUÍCHES
Avenida Getúlio Vargas, 613 (esquina com Avenida Afonso Pena) - Funcionários
Belo Horizonte (MG)
Tel: (31) 3287-3013